Tocantins tem risco de desastre ambiental por causa de queimadas; entenda

0
11

O governo do Tocantins decretou risco de desastre ambiental por causa de incêndios florestais em várias regiões do estado. Ao todo 11 municípios foram colocados na lista: Almas, Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Lizarda, Mateiros, Palmas, Paranã, Pium, Ponte Alta do Tocantins, Rio Sono e Santa Rita do Tocantins.

Em 2017, o Tocantins teve mais de 20 mil focos de queimadas. A maioria dos focos, 8.783, foi registrada no mês de setembro. Em outubro, um grande incêndio florestal devastou várias fazendas, matando mais de 1 mil animais e provocando amorte de um vaqueiro.

Neste ano, até o momento foram registrados 1.059 focos. Um deles foi em Araguaína, norte do Tocantins, nas margens da rodovia BR-153 nesta segunda-feira (4). As chamas se espalharam e assustaram muitos moradores.

O combate foi feito por funcionários terceirizados do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). As causas do incêndio são desconhecidas e o departamento pediu a colaboração da população para evitar as queimadas.

Fogo atinge as margens da BR-153, em Araguaína (Foto: Dnit/Divulgação)

Fogo atinge as margens da BR-153, em Araguaína (Foto: Dnit/Divulgação)

Nas últimas 24 horas, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), foram 398 focos de incêndios no Tocantins. Confira as cidades com mais focos:

  • Lagoa da Confusão – 49
  • Pium – 31
  • Tocantínia – 26
  • Nova Rosalândia – 21
  • Bom Jesus do Tocantins – 17
  • Formoso do Araguaia – 17

Com o decreto de risco de desastre ambiental, as instituições que fazem a fiscalização, prevenção e combate às queimadas nos municípios estão autorizadas a iniciar atividades de controle de incêndios em matas e às margens de rodovias.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA