Casos de sarampo aumentaram 400% na Europa em 2017, alerta OMS

0
100

O sarampo, doença infecciosa que possui vacina eficaz para a prevenção, afetou 21.315 pessoas e deixou 35 mortos na Europa em 2017.

Número de casos representa aumento de 400% em relação a 2016, quando 5.273 infecções foram detectadas.

Os dados foram divugados pela Organização Mundial de Saúde nesta terça-feira (20), como um alerta mundial sobre o avanço da doença pelo mundo.

“Mais de 20.000 casos de sarampo e 35 vidas perdidas em 2017 são uma tragédia que simplesmente não podemos aceitar “, diz Zsuzsanna Jakab, diretor regional da OMS para a Europa, em nota.

O aumento nos casos de sarampo em 2017 incluiu grandes surtos (100 ou mais casos) em 15 dos 53 países da região.

Vacina contra o sarampo é a forma mais eficaz de prevenção, diz OMS  (Foto: Semuc/Divulgação)

Vacina contra o sarampo é a forma mais eficaz de prevenção, diz OMS (Foto: Semuc/Divulgação)

O maior número de pessoas afetadas está na Romênia (5562), na Itália (5006) e na Ucrânia (4767).

Também ocorreram surtos na Grécia (967), Alemanha (927), Sérvia (702), Tajiquistão (649), França (520), Federação Russa (408), Bélgica (369), Reino Unido (282), Bulgária (167), Espanha (152), República Checa (146) e Suíça (105).

Segundo a OMS, esses países enfrentaram uma série de desafios nos últimos anos, como diminuição na cobertura vacinal de imunização de rotina, interrupção no fornecimento da vacina e problemas nos sistemas de vigilância.

“Crianças e adultos não vacinados, independentemente de onde vivem, correm o risco de contrair a doença e espalhá-la para outros que podem não ser vacinados”, afirmou Jakab, em nota.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA